Casquinha de Siri

Aproveitando a “deixa” da última Dica Tampopo, vou passar hoje a minha receita de Casquinha de Siri. 
Assim, dá até pra sentir um gostinho de praia em pleno cerrado…
INGREDIENTES:
– 3 colheres de sopa de óleo de girassol ou azeite

– 1 colher de sobremesa de alho ralado

– 1 e 1/2 cebola cortada em cubos pequenos
– 5 tomates orgânicos
– 500 g de carne de siri pura
– Pimenta do reino a gosto
– Sal a gosto
– 300 ml de leite de coco natural (ou 100 ml do leite de coco de garrafinha)
– Coentro picado a gosto
– Farinha de mandioca, de preferência a amarela fina
– Queijo parmesão ralado
MODO DE FAZER:
Em fogo alto, refogar o alho e a cebola no óleo. Em seguida, acrescentar o tomate descascado e picado conforme a postagem sobre Preparação de Tomates para Molho. Tampar a panela e deixar cozinhar por 5 minutos em fogo brando.
Voltar para o fogo alto, acrescentar a carne de siri e misturar cuidadosamente, tomando cuidado para não quebrar os pequenos pedaços de carne.

Acrescentar sal e pimenta-do-reino a gosto. Deixar cozinhar por aproximadamente 10 minutos. Acrescentar o Leite de Coco Caseiro e ferver por mais 3 minutos.
Adicionar o coentro picado e desligar.

Nesse ponto, já se tem uma espécie de ensopado de siri, que pode ser servido com arroz e farofa, como uma refeição. 
Continuando a receita das casquinhas, servir as porções do ensopado nas conchas.

Salpicar as casquinhas com uma colher de chá de farinha de mandioca e uma colher de chá de queijo parmesão.

Pré-aquecer o forno a 180°C e assar as casquinhas por 10 minutos.

Servir as casquinhas quentes acompanhadas de uma fatia de limão, farinha de mandioca e molho de pimenta.
Por fim, basta saborear!!!
Bom apetite!
DICAS:
a) Para fazer casquinha de caranguejo, basta substituir a carne de siri por carne de caranguejo (minha predileta).
b) A carne de siri ou caranguejo é vendida já catada nas melhores peixarias. Procurar comprar uma carne pura. Em muitos lugares, ela é misturada com carnes de outros peixes.
c) Pode-se comprar a carne de siri ou caranguejo congelada, mas é muito importante deixar que ela se descongele em uma peneira para escorrer o líquido que solta a partir do processo de descongelamento. Esse líquido deve ser dispensado, pois dá um sabor muito forte à casquinha. 
d) Para os amantes de pimenta, a dica é acrescentar uma pimenta dedo-de-moça picada junto à cebola.  
e) Caso se opte por usar o leite de coco industrializado, diminuir a quantidade para 200 ml.
f) Diminuindo a quantidade de sal, pode-se acrescentar 2 colheres de sopa de shoyu (molho de soja). Dá um gostinho bom.
g) Pode-se optar por servir as casquinhas apenas com o ensopado, sem gratiná-las ao forno. Elas ficam molhadinhas e não precisam nem do queijo nem da farinha.
g) O ensopado pode ser feito com algumas horas de antecedência ou no dia anterior, armazenado em geladeira e assado na hora de servir. Nesse caso, assar até a casquinha ficar bem quente, aproximadamente 15 minutos.
g) Se não houver casquinhas (conchas) disponíveis, pode-se assar a casquinha em algum outro tipo de forma que vá ao forno:

2 comentários em “Casquinha de Siri

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s