Molho de Gengibre

Existem detalhes que agregam tanto sabor a um prato que merecem um destaque especial… 
Esse é o caso do molho de gengibre!
A receita é inspirada no molho do teppanyaki (grelhados na chapa) de peixe do restaurante New Koto (um dos meus prediletos em Brasília). Não sei como é a receita deles, mas essa versão ficou beeem gostosa.
Tendo os ingredientes de casa, esse molho não demora nem 10 minutos e torna a sua receita de grelhados ainda mais saborosa!
INGREDIENTES:

1 pedaço de aproximadamente 50g de gengibre 
2 dentes de alho
cebolinha a gosto
1 pedaço de 10 cm de alga kombu
200 ml de água
2 colheres de sopa de óleo de gergelim torrado
1-2 colheres de sopa de shoyu
Cebolinha, alga kombu, alho ralado e gengibre.
MODO DE FAZER:
Enxaguar a alga kombu em água corrente e, em seguida, colocá-la para ferver por 3 minutos em 200 ml de água.
Descascar o gengibre e os dentes de alho, ralando-os em um ralador fino.
Por fim, misturar todos os ingredientes em um recipiente: gengibre ralado, alho ralado, cebolinha picada a gosto, 70 ml do caldo da alga kombu, óleo de gergelim e shoyu.
Gengibre, alho e cebolinha.

Acrescentar shoyu a gosto.
Misturar todos os ingredientes.

 Pronto! Basta colocar na mesa para que cada um coloque a quantidade desejada no próprio prato.

Teppanyaki de peixe com legumes.
Bom apetite!!!
DICAS: 
1) A quantidade de shoyu depende da quantidade de sal ou shoyu do teppanyaki. Uma receita de teppanyaki já foi publicada no Tampopo Gourmet: Camarão, Lula e Legumes na Chapa. Todavia, no caso de servir o teppanyaki com esse molho, o ideal é não exagerar na quantidade de sal do prato principal. 
2) O uso do caldo de algo kombu é uma alternativa natural à utilização de glutamato monossódico, cuja marca mais conhecida é o Ajinomoto. Essa substância realça o sabor dos alimentos, mas tem sido apontada como potencialmente cancerígena.

3) Aos amantes de pimenta (como eu!), pode-se picar uma pimenta dedo-de-moça em cubinhos e misturar ao molho.

2 comentários em “Molho de Gengibre

  1. Tati, não dá para trocar a alga, pois a Nori derreteria e não daria sabor ao caldo. A Kombu é mais durinha e possui o tal do glutamato monossódico. Você pode fazer uma versão sem caldo…Beijos

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s